Madeira

maio 19, 2008

Um pequeno arquipélago de rocha vulcânica no meio do Atlântico Norte. Uma ilha chamada Madeira. Este post contém algumas fotos para vocês terem uma idéia do paraíso onde nos encontramos.

No dia 17 de maio, a Madeira comemorou 500 anos da promoção de sua capital, Funchal, à categoria de cidade.

Linda cidade. Maravilhosa ilha.

 É pura cor, cheiro, sabor.

Estávamos lá e vimos tudo. Os fogos, a festa, a alegria e o som do fado.

 Funchal talvez seja a cidade mais florida que já tenha visto na vida. Vibrante, colorida. Orgulhosa de seu Jardim Botânico, onde se chega de teleférico. Das flores vendidas junto às verduras no mercado do produtor rural. 

Saborosa cidade com seus “bolos do caco”. Ninguém imagina como esse pãozinho pode ser bom. Parece um simples pão de hamburguer, desses industrializados. Mas a massa é uma delícia e o bichinho é servido quentinho, com manteiga e alho.

Chama-se bolo do caco porque antigamente era assado num caco de telha. A tradição se mantém e todos os restaurantes oferecem o bolo do caco. Engordei mais uns três quilos graças a esses inofensivos pãezinhos.

Outra iguaria da Madeira é um marisco chamado lapa. Não é um bivalve, como as ostras, os mexilhões e as vieiras. Ele fica agarrado nas pedras e, de acordo com os profundos conhecimentos do Fred sobre as coisas do mar, deve dar um trabalho danado pra tirar. São servidos assados, com alho e cheiro verde, e podem ser bem acompanhados pelo delicioso vinho da Madeira.

Fizemos uma viagem de ônibus para a pequena aldeia de Ribeira Brava. Viagem não. Foi uma aventura de dar arrepios, como os melhores trillers. As estradas da ilha são construídas nas encostas, assim como as casas, as lavouras, os jardins. Tudo está colocado morro acima. Os ônibus circulam em grande velocidade por aquelas estradinhas fininhas e a gente vê o mar lá embaixo… quase nenhuma encosta, nada nos separa do vazio. E os motoristas não reduzem a velocidade não. Metem a mão na buzina e quem vier em sentido contrário que trate de parar. Pura emoção.

Acaba que o teleférico é mesmo o melhor meio de transporte por aqui.

 

Daqui seguimos para Lisboa. Última etapa de nossa viagem. Estamos muito contentes por ter um teclado em português e por estar num hotel onde podemos publicar fotos. 

Anúncios

6 Respostas to “Madeira”


  1. Ai, que medo desses ônibus na encosta! Acho que não olharia jamais para baixo! 😉 Belíssima aventura, no entanto!

  2. Marcus Veras Says:

    Que maravilha, agora com fotos, eu sempre quis conhecer esta ilha mítica… Contam que lá pelos idos de 1500 e quéquéqué, nosso confrades decidiram queimar uma matinha. O vento atlãntico transformou o foguinho em um fogão que acabou com a mata nativa… Ou seja, toda a vegetação da Ilha da madeira hoje é replantada. Verdade? Mentira? Lacy, descobre essa para a gente! bjs Marcus.

  3. janewell Says:

    Marcus querido,
    Tudo replantado. Lindamente replantado. Com algumas essências nativas, segundo os manézinhos da ilha.
    Agora, até em Lisboa, nos novos jardins da área conhecida como Oriente, onde fizeram a Expo 2000, há áreas com supostas espécies nativas da Madeira. Deviam ter mudas por aqui, pois do incêndio, creio que muito pouco sobrou.
    Bjs!


  4. Olá! Obrigada pelo seu comentário no meu blog. Só agora o vi. O bolo do caco não leva batata doce, leva apenas farinha de trigo, fermento (de fabrico caseiro ou industrial), água e sal. O que leva batata doce é o chamado “pão de casa” ou “pão de família”. Curiosamente, estou neste momento a passar férias na minha terra. Achei piada à referência que faz à Livraria Esperança. Era lá que, há pouco mais de 20 anos, quase toda a gente da Madeira comprava os manuais escolares. Havia uma ou outra livraria, mas a Livraria Esperança era a grande referência. Ainda me lembro das filas de espera ao longo da íngreme escada. Abraço. Iolanda

  5. Luis Says:

    Olá,
    Passei por esta página, muito interessante, porque vi imagens da Madeira (minha ilha) e particularmente pela foto do bolo do caco.
    O bolo do caco também leva batata doce, é o que faz ficar com aquela cor amarela, juntamente com o açucar, e aquele sabor característico. Mas nem toda a gente coloca batata doce, apenas tem açucar.
    O bolo do caco tradicional leva batata doce, actualmente o bolo do caco sofreu algumas modificações.
    Também faço bolo do caco, é uma arte, e é muito bom. 🙂
    L.F.

  6. tiago Says:

    bolo de caco!!poncha?paisagens magnifikas??maravilhoso cheguei ontem da madeira e ja tou com saudades de tudo..adorei a ilha e para o ano vou la outar vez..gostei deste forum..abraços


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: